Ferramentas que serão indispensáveis para o e-commerce

Ferramentas que serão indispensáveis para o e-commerce

O mercado digital é um ramo que está sempre passando por transformações e sempre acompanha as novidades em tendências e tecnologias, visando facilitar a vida do consumidor e estimular as compras online, substituindo as experiências físicas. 

De acordo com o ramo da loja online, alguns consumidores ainda preferem as compras em lojas físicas devido à preferência por sentir o objeto em mãos, como o tecido de roupas, ver a cor e tamanho reais do produto que pretendem adquirir, como móveis e eletrônicos. 

O fato é que os e-commerces precisam sempre estar em busca do motivo que impede o consumidor de concluir a compra online e buscar ferramentas e soluções que busquem resolver estes impedimentos, suprindo a presença física da experiência de compra. 

Dessa forma, vamos falar de ferramentas e tendências que serão indispensáveis para o e-commerce nos anos que estão por vir. 

Ferramentas indispensáveis para o e-commerce

Atualmente existe diversas ferramentas pagas e gratuitas que são consideradas indispensáveis para bom funcionamento do e-commerce e para melhor entendimento do comportamento do consumidor. 

Além destas, vamos listar algumas que serão indispensáveis para contribuir para as experiências de compras online. 

Ferramentas Google

O buscador mais utilizado no Brasil, se não no mundo, o Google disponibiliza diversas ferramentas que são integradas com seu buscador para que as lojas virtuais possam ser encontradas e divulgadas, bem como seus produtos à venda. 

  • Google meu Negócio
  • Google Shopping
  • Google Analytics 
  • Google Trends

Só para citar alguns que são de grande importância para o projeto de e-commerce. É a partir destas ferramentas que sua loja pode ter uma melhor classificação dentro do buscador, e também investir em anúncios.

Apenas para começar estas que listamos são as que seu negócio não pode deixar de faltar para o mínimo de configurações da loja. E em 2020 o Google disponibilizou anúncios gratuitos no Shopping, a fim de estimular as compras online e ajudar os e-commerces menores que possuem pouca verba em marketing. 

É importante ficar de olho nas atualizações para que a loja aproveite das ferramentas disponíveis. 

Realidade Aumentada

A Realidade Aumentada se popularizou no Brasil graças aos jogos online que dispunham de aparatos que inseriam o jogador no mundo do game.

A grande febre de alguns anos atrás: o PokémonGO, que utilizada a Realidade Aumentada para inserir os personagens digitalmente em nosso dia-a-dia com a ajuda dos celulares, abriu possibilidades para demais setores aproveitarem essa novidade para enriquecer a experiência do consumidor.

A partir da Realidade Aumentada é possível que o consumidor tenha uma experiência mais rica para entender a compra de determinado produto, especialmente quando falamos de nichos de casa e decoração.

Ter a possibilidade de inserir digitalmente um produto dentro de casa antes de terminar a compra, para noções de tamanho e espaço ou mesmo decoração, é um fator importante na decisão de compra. Uma vez que muitas devoluções podem ocorrer devido à medição errada de espaço.

Esta ferramenta já é uma tendência e com certeza será uma ferramenta indispensável para o e-commerce no futuro.

Assistentes virtuais

A busca por voz com auxílio dos assistentes virtuais como Alexa da Amazon, Siri da Apple e Google Assistent do Google serão outra ferramenta que os e-commerces terão de se adaptar, pois cada vez mais os consumidores optarão pela ajuda destes. 

Com o crescimento da tendência de compra online, apenas em 2020 tivemos a inserção de milhares de novos consumidores online, e o ambiente digital precisará estar adaptado para os mais diversos tipos de consumidores, incluindo os com algum tipo de deficiência. 

Assim como pessoas com deficiência visual precisam de guias nas ruas para poderem se movimentar livremente e com certa independência, estes também precisam ter a autonomia de fazer compras online. O universo online, inclusive os e-commerces, não são totalmente amigáveis com pessoas com alguma deficiência, seja visual, motora ou intelectual.

Com o auxílio de assistentes virtuais e mesmo buscas por voz, estes consumidores podem fazer parte do mercado de compras online. O Brasil possui 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência e o e-commerce que não se adaptar e utilizar ferramentas que sejam amigáveis a estes consumidores, estarão perdendo potenciais vendas e crescimento. 

Conclusão

As compras online acompanham as necessidades dos consumidores e as tecnologias evoluem para facilitar a experiência de compra. Ferramentas que serão tendência para o futuro do mercado digital precisarão evoluir devido à crise de 2020 e adaptarem-se aos novos hábitos de consumo que sofreram brusca mudança. 

Facilitadores tais como os assistentes por voz e a Realidade Aumentada já não são mais “coisa de filme sci-fy” e passam a integrar o nosso dia-a-dia, favorecendo as lojas online e facilitando a experiência de compra. 

O empreendedor da loja online precisa ficar atento a tais tendências e ferramentas que facilitem a vida do consumidor, pois com certeza perderão vendas para o concorrente que se atualizar primeiro. 

O aumento no número de lojas online gerou grande concorrência no ambiente digital. A loja que ficar atenta às necessidades de seus consumidores em primeira mão e adquirirem ferramentas para melhorar a compra serão as que ganharão destaque da concorrência. Este artigo foi escrito pelo time de redação da Doutor E-commerce, empresa especializada em consultoria de lojas virtuais.